oie K0cO3gOcR0KK

 

  Bancos poderão suspender por até 60 dias o vencimento de dívidas de pessoas físicas, micro e pequenas empresas!

Após o Conselho Monetário Nacional anunciar medidas para tentar equilibrar a economia frente à pandemia provocada pelo novo corona vírus, foi determinado aos 5 principais bancos do Brasil (Itaú, Caixa, Banco do Brasil, Bradesco e Santander) que atendam pedidos de prorrogação, por até 60 dias, dos vencimentos de dívidas de clientes pessoas físicas e micro e pequenas empresas.

 

Mas atenção: os contratos devem estar vigentes e com pagamentos em dia, bem como limitados aos valores já utilizados pelo consumidor.

 

Desta forma, para solicitar a prorrogação da dívida, os consumidores que se enquadrem como beneficiários da medida devem entrar em contato com seu banco, expor seu caso para saber das condições para prorrogar a dívida por até 60 dias. A medida vale para os contratos que estejam em vigência, com pagamentos em dia. Cada instituição irá definir o prazo e as condições dos novos pagamentos.

 

Neste ponto, vale ressaltar que a prorrogação não é automática. O cliente deverá procurar o banco para renegociar o prazo, que poderá se estender em até 60 dias.

 

As dívidas que poderão ser renegociadas são todos os contratos de crédito feitos pelo cliente com o banco.

 

Não se incluem as dívidas de cartão de crédito, cheque especial, boletos de consumo (água, luz, telefone, tributos), pois estas ultimas se referem a serviços prestados por concessionárias de serviço público.

 

Vale ressaltar que cada caso será analisado de forma individual e cada banco poderá estabelecer o seu procedimento.

 

Neste momento de crise econômica e aperto no orçamento do brasileiro, essa medida se torna uma grande aliada na suspensão de gastos.