cpf sujo

 Paguei a dívida e continuo negativado. O que fazer?

 

 

Inicialmente, é preciso esclarecer que mais de 40% da população adulta está inadimplente no Brasil, segundo dados recentes do Serasa Experian.

 

Portanto, a quantidade de pessoas que devem e estão com seus nomes negativados é enorme, isso em decorrência de diversos fatores, tais como, economia, desemprego, falta de planejamento financeiro, entre outros.

 

Diante disso, uma das alternativas dos comerciantes e bancos é a inscrição dos seus devedores nos cadastros de maus pagadores, como por exemplo, o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e o SERASA.

 

Esse cadastro é de amplo acesso pelas empresas, de modo que quem está com seu nome inserido na lista é visto com maus olhos e não consegue comprar a prazo, financiar, tomar empréstimo, enfim, não consegue crédito na praça.

 

Quando a pessoa deve, concordo que deve ser negativada mesmo, isso impede que ela cause prejuízo a mais comerciantes.

 

Embora na maioria dos casos o devedor esteja sem pagar por falta de condições mesmo (e não por má-fé), a negativação serve para alertar os demais lojistas e também “frear” o ímpeto do devedor de gastar o que não tem.

 

O grande problema ocorre quando a negativação persiste, mesmo após o pagamento da dívida.

 

Sobre isso, importante esclarecer 2 coisas:

 

1- Após o pagamento, é dever da empresa comunicar aos órgãos de proteção ao crédito (SPC/SERASA) e pedir a baixa da negativação;

2- O prazo para retirada é de 5 dias úteis, contados da efetiva quitação do débito.

 

 

Caso isso não ocorra, o que fazer?

 

Se você pagou uma dívida, mas seu nome continua negativado após o prazo de 5 dias úteis, contados do efetivo pagamento (compensação), você deve buscar o auxílio de um advogado para ingressar com uma ação judicial.

 

Você terá direito à imediata retirada do seu nome do cadastro de inadimplentes, sob pena de multa diária, bem como terá direito à indenização por danos morais, que poderá variar de acordo com o efetivo prejuízo sofrido.

 

Caso concreto


Tivemos no escritório, há algum tempo atrás, um caso semelhante, onde o cliente deixou de pagar uma fatura da sua conta de celular, no valor de 100 reais, aproximadamente.

 

Mesmo após o pagamento e inúmeras tentativas de contato, o nome dele continuou negativado, impedindo que ele realizasse diversos negócios em razão disso, pois era comerciante e precisava tomar crédito, realizar compras a prazo, etc.

 

Em razão disso, ajuizamos a ação, foi concedida uma medida liminar para que o nome dele fosse retirado do SPC, o que de fato ocorreu.

 

Ao final, a empresa foi condenada ao pagamento de 3 mil reais, à título de danos morais.

 

Conclusão

 

Após as explicações acima, inclusive com caso real, você já percebeu que deve buscar o seu direito.

 

Não é porque ficou devendo e negativado que isso deve te perseguir após o pagamento da dívida.

 

Caso isso ocorra, não deixe de buscar a ajuda de um advogado da sua confiança para tomar as providências necessárias para resolução do problema.